+ Esporte

28/03/2021 14:32

Brasil vai três vezes ao pódio no último dia do Grand Slam de Tbilisi

(EBC)

O judô brasileiro conquistou três medalhas no último dia do Grand Slam de Tbilisi (Geórgia). Neste domingo (28), Rafael Silva, o Baby, levou a prata na categoria acima dos 100 quilos. Entre  judocas acima de 78 quilos, teve Brasil em dose dupla no pódio, com os bronzes de Beatriz Souza e Maria Suellen Altheman.

Baby estreou imobilizando o uzbeque Shokhruh Bakhtiyorov, o que lhe garantiu a pontuação de um ippon (golpe perfeito, quando derruba o adversário de costas). Em seguida, superou o georgiano Saba Inaneishvili com dois wazaris (quando o atleta golpeado cai com parte das costas no tatame; rende um ponto), também equivalentes a um ippon.

Na semifinal, o brasileiro venceu o cubano Andy Granda, que estourou o limite de punições por falta de combatividade. A decisão contra o georgiano Gela Zaalishvili, campeão do Grand Slam de Tel Aviv (Israel), foi bem equilibrada e decidida no golden score (tempo extra, em que quem pontuar, ganha), quando o judoca anfitrião encaixou um ippon e garantiu a vitória.

Na categoria acima de 78 quilos, o primeiro bronze veio com Beatriz Souza. Ela derrotou a russa Anzhela Gasparian e a ucraniana Yelyzaveta Kalanina - ambas por ippon. Na semifinal, também por ippon, foi superada pela chinesa Shiyan Xu (que levou o ouro) e caiu para a repescagem. A 32 segundos do fim da luta contra a israelense Raz Hershko, valendo medalha, a brasileira conseguiu um ippon e garantiu um lugar no pódio.

Pela mesma categoria, Maria Suellen iniciou a trajetória batendo a cazaque Nazgul Maratova por ippon, mas levou o troco logo no segundo combate, também caindo para Shiyan Xu. Na repescagem, a brasileira superou Yelyzaveta Kalanina por ippon. Por fim, levou a melhor sobre a chinesa Yan Wang, punida por falta de combatividade no golden score.

O Brasil também foi representado, neste domingo, por Rafael Macedo (até 90 quilos) e Leonardo Gonçalves (até 100 quilos). O primeiro foi superado na primeira luta pelo uzbeque Jandreev Shermukhammad (que levou bronze) por wazari. O segundo estreou vencendo o marfinense Koffi Kreme Kobena por ippon, mas caiu no combate seguinte, também por ippon, para o uzbeque Muzaffarbek Turoboyev.

Ao todo, o Brasil foi ao pódio quatro vezes em Tbilisi, terminando em sexto no quadro de medalhas. O melhor desempenho foi de Maria Portela, ouro na categoria até 70 quilos, no último sábado (27).

O próximo desafio do judô brasileiro será o Grand Slam de Antalya (Turquia), a partir de sexta-feira (2). Além dos judocas que lutaram em Tbilisi, o Brasil terá a participação de Eric Takabatake (até 60 quilos), Daniel Cargnin, Willian Lima (ambos até 66 quilos) e David Moura (acima de 100 quilos).

 


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo