Política

16/09/2020 17:21

Após 24 anos, PSDB não disputa prefeitura de Cuiabá; tucanos apoiarão Emanuel

(folhamax)

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) decidiu que não lançará candidatura própria na disputa à Prefeitura de Cuiabá. A legenda tentava entrar num consenso em relação à três nomes para o projeto ao Palácio Alencastro, mas também tinha um grupo que defendia o apoio a candidatura do atual prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB).

A decisão pela não candidatura foi tomada há pouco, durante convenção partidária. Agora, membros do diretório estão reunidos e devem anunciar apoio à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro.

Em meio as articulações, o presidente estadual do Partido da Social Democracia Brasileira  (PSDB) chegou a revelar que existia uma “disputa interna” travada entre os empresários Luiz Carlos Nigro, João Dorilêo Leal e o ex-presidente da sigla, Paulo Borges. “Nós estávamos trabalhando a pré-candidatura do Luiz Carlos Nigro e alguns meses atrás o nosso filiado Dorilêo Leal chamou a mim e ao Wilson Santos comunicando a pretensão de ser pré-candidato”, relatou Avallone no último mês. 

Porém, nenhum dos nomes "decolou" nas articulações para unir o partido e também nas pesquisas eleitorais. A bancada do partido na Câmara sempre defendeu o apoio a reeleição de Emanuel. 

Na última semana, os vereadores alegaram que uma candidatura "de última hora" da legenda poderia enfraquecer o projeto dos parlamentares e a legenda perder representatividade na Câmara. Hoje, o PSDB tem três vereadores em Cuiabá. São eles: Ricardo Saad, Renivaldo Nascimento e Toninho de Souza.

Segundo Saad, que preside o partido na Capital, o prefeito de Cuiabá foi o único candidato que procurou o PSDB formalmente para articular uma aliança. "Hoje, apoiar Emanuel seria uma questão de sobrevivência até para nossa chapa de vereadores".

Esta é a primeira eleição em 24 anos que o PSDB não lançará candidato próprio em Cuiabá. O partido venceu as eleições de 1996 e 2000, com Roberto França (hoje no Patriotas), e 2004 e 2008, com Wilson Santos. Em 2012 e 2016, Guilherme Maluf e Wilson Santos disputaram, e perderam, a disputa ao Palácio Alencastro.

Inclusive, este foi o argumento para o deputado estadual Wilson Santos, vice-presidente do diretório municipal, votar contra o apoio ao atual prefeito. "PSDB tem tradição em Cuiabá, tendo ganhado quatro eleições. Seria uma contradição com sua história apoiar outro nome", disse o parlamentar, em seu voto escrito, já que não compareceu ao evento.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo