Política

27/05/2020 16:33

Empresário de Mato Grosso que ameaçou invadir Congresso e STF é alvo de operação da PF contra fake news

(odocumento)

Um empresário de Sinop é um dos alvos da operação deflagrada nesta quarta-feira (27) pela Polícia Federal, como parte do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF), que apura produção de notícias falsas e ameaças aos ministros do Corte. Marcelo Stachin, de 34 anos, é engenheiro civil e ativista de direita, considerado um dos principais defensores do presidente Jair Bolsonaro em Mato Grosso.

Nas redes sociais, Stachin se apresenta como coordenador do movimento denominado “Canhota Não”. Recentemente, ele esteve em Brasília, onde participou de um ato chamado “Acampamento dos 300” em apoio ao presidente e que pedia intervenção militar no pais e o fechamento do STF.

Nesse evento, Stachin gravou um vídeo onde aparece ao lado de um homem identificado como Paulo Felipe, que falava em invadir o Congresso e o STF (Supremo Tribunal Federal). “No dia 8 de maio, teremos pelo menos 300 caminhões, com muitos militares da reserva vindo para cá em Brasília, para nós darmos cabo nesta patifaria que está estabelecida no país tem 35 anos ela casa maldita que é o Supremo Tribunal Federal, com onze gangster que tem destruído a nossa nação aliados ao Foro de São Paulo e ao narcotráfico internacional”, diz o manifestante.

A operação

A Polícia Federal (PF) cumpre, na manhã desta quarta-feira (27), mandados de busca e apreensão no inquérito, do Supremo Tribunal Federal (STF), das fake news, que apura ofensas, ataques e ameaças contra ministros da corte. Além de Mato Grosso, são cumpridos mandados no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

A operação deflagrada por decisão do ministro Alexandre Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), tem alguns alvos famosos no Brasil. Entre eles, está o ex-deputado federal Roberto Jeferson e o empresário Luciano Hang, dono da Havan.

Confira abaixo todos os alvos da operação:

Deputados que serão ouvidos

Federais

Beatriz Kicis (PSL- DF)

Carla Zambelli (PSL-SP)

Daniel Lúcio da Silveira (PSL-RJ)

Filipe Barros Baptista de Toledo Ribeiro (PSL-PR)

Geraldo Junio do Amaral (PSL-MG)

Luiz Phillipe Orleans e Bragança (PSL-SP)

Estaduais

Douglas Garcia Bispo dos Santos (PSL-SP)

Gil Diniz (PSL-SP)

Em Brasília:

Allan dos Santos – blogueiro do site bolsonarista Terça Livre

Sara Winter – ativista bolsonarista

Winston Rodrigues Lima – capitão da reserva e youtuber

No Rio de Janeiro:

Paulo Gonçalves Bezerra – endereços em Campo Grande, Volta Redonda e Itaguai

Reynaldo Bianchi Junior

Roberto Jefferson Monteiro Francisco – presidente do PTB

Em Santa Catarina:

Luciano Hang – três endereços, dois em Brusque e um em Balneário Camboriú

No Paraná:

Bernardo Pires Kuster – endereços em Ibiporã e Londrina

Eduardo Fabres Portella

Mato Grosso:

Marcelo Stachin

Em São Paulo:

Edgard Gomes Corona – dois endereços em São Paulo

Edson Pires Salomão – alvo de buscas no endereço do gabinete do deputado Douglas Garcia, na Alesp

Enzo Leonardo Suzi Momenti

Marcos Dominguez Bellizia – dois endereços em São Paulo

Otavio Oscar Fakhoury – três endereços em São Paulo

Rafael Moreno

Rodrigo Barbosa Ribeiro – dois endereços em Araraquara e endereço no endereço do gabinete do deputado Douglas Garcia, na Alesp


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo