Política

25/02/2019 21:23

Fabris é condenado a pagar R$ 152,4 mil por apresentar atestados falsos na AL

(RDNEWS)

O ex-deputado Gilmar Fabris (PSD) foi condenado a ressarcir o erário em R$ 152,4 mil. Além disso, perdeu os direitos políticos pelo prazo de oito anos. A decisão é do juiz Bruno D'Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá.

Fabris foi condenado, juntamente com o médico Jesus Calhão Esteves, por esquema de liberação de atestados falsos. Como a decisão é de primeiro grau, ainda cabe recurso.

Segundo a acusação do Ministério Público Estadual (MPE), os fatos ocorreram ao longo do mandato que Farbris exerceu entre 2007 e 2010. Com os atestados falsos, o parlamentar cedida a vaga para suplentes e continuava recebendo salário de deputado.

  Na decisão, o  juiz ressaltou que Fabris exerceu apenas dois anos mandato devido aos constantes atestados. Com isso, possibilitou o chamado “rodízio de deputados” na Assembleia.

“Ante o exposto, julgo procedentes os pedidos formulados na presente ação civil pública de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual em desfavor dos Réus Gilmar Donizete Fabris e Jesus Esteves, ambos qualificados nos autos”, diz trecho da sentença.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo