Notícias

16/09/2020 16:51

Com Júlio Campos e Zé Márcio, chapa de Nilson Leitão para o Senado é oficializada

Nesta terça-feira (15.09), após convenção do PSDB em Sinop, Nilson Leitão foi oficialmente confirmado como candidato ao Senado em Mato Grosso. Ele, que já foi prefeito, deputado federal e vereador, hoje busca conquistar mais um mandato. Este ano, porém, conta com a participação de dois grandes nomes em sua chapa: Júlio Campos, do Partido DEM, e Zé Márcio, do PL. Com seus suplentes, Leitão buscará unir o estado e atender a população de norte a sul.Nesta terça-feira (15.09), após convenção do PSDB em Sinop, Nilson Leitão foi oficialmente confirmado como candidato ao Senado em Mato Grosso. Ele, que já foi prefeito, deputado federal e vereador, hoje busca conquistar mais um mandato. Este ano, porém, conta com a participação de dois grandes nomes em sua chapa: Júlio Campos, do Partido DEM, e Zé Márcio, do PL. Com seus suplentes, Leitão buscará unir o estado e atender a população de norte a sul.
Nilson Leitão, nascido em Cassilândia, no Mato Grosso do Sul, mudou-se ainda novo com a família para Sinop e ali fez morada. Durante a juventude, Nilson, como é chamado pelos companheiros, atuou em prol de causas sociais e foi um dos principais responsáveis por trazer melhorias na infraestrutura do município.

Como prefeito, inaugurou o Pronto Socorro Municipal, criou bancos de sangue e implementou novos Programas de Saúde da Família. Além disso, trouxe para Sinop o serviço de hemodiálise e começou a tratar pacientes com câncer através de convênio com o Hospital Santo Antônio. Na área da educação, foi premiado pela diminuição dos níveis de analfabetismo e transformou a cidade em um polo universitário - foi durante o seu mandato que a Universidade Federal de Mato Grosso instalou seu campus. Nilson também já foi duas vezes deputado federal e há décadas trabalha pelo interesse do cidadão mato-grossense. Nesta eleição suplementar para o Senado Federal, Nilson se destaca pela positividade, mas também é cauteloso. "O nosso time quer representar esperança, expectativa, mas acima de tudo aquilo que pode ser viável para o desenvolvimento de Mato Grosso e para melhorar a vida das pessoas", ele afirma.


Júlio Campos, do Partido Democratas, é um experiente político mato-grossense. Ele iniciou sua carreira pública em 1964 e mesmo aos 73 anos ainda participa ativamente da vida política no estado. A primeira eleição disputada, em 1972, trouxe a Júlio o cargo de prefeito de Várzea Grande, onde ficou até 1977. O primeiro mandato como deputado federal veio em 1978, seguido de sua eleição para governador de Mato Grosso, em 1982. Desde então Júlio coleciona títulos e conquistas para seu povo. Segundo Nilson, Júlio Campos é a biografia viva mais completa da história do estado. Apesar das controvérsias entre os dirigentes do DEM, Júlio foi consistente em seu apoio a Leitão. "Nós vamos fazer o possível para que Nilson Leitão seja o mais votado", disse Campos ao ser questionado sobre sua participação na chapa. "Se me derem a oportunidade, eu estarei lá representando Mato Grosso com dignidade, com seriedade e competência como já fiz", ressalta.
José Márcio Guedes, do Partido Liberal, ocupará o cargo de segundo suplente na chapa. Ele representará os interesses de sua cidade, Rondonópolis, onde já foi vereador em dois mandatos. Zé Márcio, como é conhecido, possui experiência como chefe de gabinete do ex-governador Blairo Maggi, na Câmara, e como secretário-adjunto do estado. Ele confessa que recebeu o convite de Leitão com alegria e responsabilidade, por reconhecer a importância deste momento e o privilégio de fazer parte de uma chapa bastante experiente. "Apesar de toda a minha vida ser dedicada à política, eu ainda não consegui honrar os cargos que os meus colegas ocuparam, mas me sinto preparado para ajudar e aprender", ele afirma.
Zé Márcio lembra que esta será a primeira vez na história de Mato Grosso que o Senado poderá contar com três gabinetes alinhados, de perfil municipalista. Para o candidato, a composição entre Nilson Leitão representando o norte, ele o sul e sudeste, e Campos na baixada cuiabana é a ideal para ganhar as eleições.  "Nós formamos a melhor chapa para o dia 15 de novembro", finaliza.

 

(olga kunze/assessoria)


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo