Notícias

22/01/2020 15:21

Eleição para substituir Selma Arruda no Senado será dia 26 de abril

(circuitomt)

A eleição suplementar ao Senado em Mato Grosso será realizada no dia 26 de abril. A data foi definida nesta quarta-feira (22) pelo pleno do TRE-MT (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso) com a aprovação da resolução que dispõe as regras da concorrência. 
 
A eleição secundária, que ocorrerá menos um ano e meio após a principal, tem custo projetado em até R$ 11 milhões. Tanto a data quanto a estimativa de gastos tiveram dilatação.  
 
Em dezembro de 2019, logo após a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que cassou o mandato de Selma Arruda (PODE), o TRE-MT divulgou a informação de que a eleição ocorreria até o fim de março, mas não antes de fevereiro, por causa da necessidade de aguardar a publicação pelo TSE da resolução do julgamento da ex-juíza. A data definida teve acréscimo de quase trinta dias. 
 
Já o custo estimado teve acréscimo de até R$ 2 milhões. Na primeira divulgação, a Justiça Eleitoral estimava gastos na casa dos R$ 9 milhões, agora esse valor subiu para R$ 10 milhões e poderá chegar a R$ 11 milhões. 

 

Cadastros irregulares

O presidente do TRE-MT, Gilberto Giraldelli, ressaltou a quantidade de eleitores em situação irregular em Mato Grosso e poderá ficar sem participação na votação. São quase 500 mil pessoas cadastradas nas zonas eleitorais de todo o Estado. 
 
Segundo ele, foi necessária uma modificação nas regras eleitorais, sobre o fechamento de cadastro dos eleitores, para mitigar a quantidade de pessoas que já hoje estariam de fora do processo. 
 
“Pela letra da lei, o fechamento do cadastro eleitoral teria que se dar 150 dias antes da data da eleição, ou seja, se eleição está fixada para o dia 26 de abril, nós temos que contar 151 para trás, isto daria em novembro [de 2019]. Por isso, levando em consideração se grande número de eleitores que ainda não fizeram o cadastro biométrico, nós estabelecemos prazo de 60 antes da eleição para o fechamento do cadastro”. 
 
Com a modificação, o eleitor que necessita fazer alterações em seu cadastro tem até 21 de fevereiro, a contar a partir de hoje, para a regularização. Ainda conforme o presidente do TRE-MT, até essa data poderão ser realizadas inscrição, transferência e reativação, para o caso de títulos cancelados.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo