Notícias

15/01/2022 15:26

SEM AGLOMERAÇÃO - Municípios endurecem regras e voltam a ter restrições por causa da covid

Diante do aumento nos casos de covid-19 em todo o estado, algumas prefeituras endureceram medidas preventivas ao novo coronavírus. Algumas deles proibiram festas publicas e privadas, toque de recolher, além de restringiram acesso ao comércio e horários de funcionamento. As regras valem pelos próximos 10 dias.
Leia também -Indígena de MT é primeira criança a vacinar contra covid

No Diário Oficial dos Municípios que circulou na sexta-feira (14) foram publicados novos decretos pelos prefeitos de Luciara, Planalto da Serra, Alto Taquari, Diamantino e Santa Cruz do Xingu.
Todas exigem que os estabelecimentos mantenham lotação de 50% a 70%, o percentual varia de acordo com cada decreto. Também impõe que haja álcool para clientes higienizarem as mãos, uso de máscara obrigatório e limpeza mais frequente do local.
“O uso de mascara de proteção individual em espaços públicos e privados; II- A disponibilização de locais adequados para lavagem das mãos com água e sabão e/ou disponibilização de álcool na concentração de 70%; III- Proibição de esportes coletivos; IV- Proibição de eventos sociais, festas, confraternizações, independentes da quantidade de pessoas, bem como aglomeração em locais públicos; V- Ocupação máxima de 50% (cinquenta por cento) da capacidade do respectivo estabelecimento comercial; VI- Proibição de aglomeração na porta de bares e restaurantes”, diz trecho do decreto publico pelo prefeito de Luciara, Parassu De Souza Freitas.
Em Santa Cruz do Xingu, cidade que tem grande movimento de pesca, as regras seguem a mesma linha que as demais cidades. Porém, quem quiser pescar terá que comprovar vacinação contra covid ou apresentar teste negativo realizado até 72h antes da pescaria. 

Diamantino determinou toque de recolher entre 1h e 5h, exceto para acesso as atividades essenciais.
Além da covid, o surto de gripe se alastra pelo estado e também exige atenção. Principalmente quando a H3N2, que ainda não tem vacina e já provocou mortes no país.
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), foram notificados 572.022 casos confirmados da covid-19, sendo registrados 14.118 mortes pela doença.
Os municípios que mais têm casos são Cuiabá (115.607), Várzea Grande (42.206), Rondonópolis (38.960), Sinop (27.331), Sorriso (18.942), Tangará da Serra (18.664), Lucas do Rio Verde (16.018), Primavera do Leste (15.420), Cáceres (12.571) e Alta Floresta (11.765).


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo