Mundo

17/04/2018 16:38

CIRCUITO MUNDIAL: Etapa de Xiamen, na China, é o próximo desafio de duplas brasileiras na temporada

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 17.04.2018

As duplas brasileiras têm novo desafio pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018 nesta semana, com a disputa da etapa de Xiamen, na China. Este é o terceiro torneio quatro estrelas da temporada e poderá contar com até sete times do país – seis já estão garantidos na fase de grupos, e Juliana/Andressa (PB/CE) buscam a vaga no classificatório.

Na escala que mede a importância dos torneios do tour internacional, os eventos quatro estrelas estão abaixo apenas dos torneios cinco estrelas (Major Series) e do Campeonato Mundial, que é disputado a cada dois anos (o próximo ocorre apenas em 2019). Os times campeões em Xiamen recebem 800 pontos no ranking geral e cerca de R$ 68 mil em prêmios. Ao todo são 150 mil dólares em premiação às duplas participantes.

No naipe feminino, já estão classificadas pela posição no ranking de entradas Ágatha/Duda (PR/SE), Carol Solberg/Maria Elisa (RJ) e Taiana/Carol Horta (CE), que entram em ação a partir de quinta-feira (19.04). Já Juliana e Andressa (CE/PB) terão que disputar o classificatório, e em caso de vitória, se juntam aos demais times na fase de grupos.

Carol Solberg, que no início deste mês conquistou a temporada do Circuito Brasileiro Open 17/18 em Aracaju (SE), comentou a expectativa para a etapa chinesa nesta semana.

“As etapas na China sempre têm a questão da viagem, que é bastante longa. Encaramos uma maratona, um dos voos mais longos que já fiz, mas chegamos bem, conseguimos treinar e estamos muito animadas. Ter sido campeã brasileira foi muito bacana, mas já passou, não muda nada dentro de quadra. Agora estamos muito focadas no Circuito Mundial, pensando jogo a jogo, torneio a torneio. Sabemos que cada evento conta muito e vamos dar nosso máximo”, analisou a bloqueadora parceira de Maria Elisa.

Entre os homens o Brasil será representado por Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Álvaro/Saymon (PB/MS) e Vitor Felipe/Guto (PB/RJ). Os últimos chegam embalados pelo ouro na etapa da Argentina do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2018, onde garantiram o título da temporada para o Brasil. Vitor Felipe analisou o desafio.

“Saímos direto da etapa da Argentina para o Circuito Mundial. Nessas horas é preciso deixar o cansaço um pouco de lado, buscar se adaptar ao fuso horário, ao clima, e entrar com a concentração alta. Estamos treinando duro e buscando evoluir. O nível está muito alto e temos que encarar toda partida como algo decisivo”, declarou.

O sistema de disputa acontece com os 32 times de cada naipe divididos em oito grupos de quatro duplas. Os primeiros colocados de cada chave após a fase de grupos vão direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros disputam a repescagem. Desta fase em diante, a competição segue em formato eliminatório simples até as disputas de medalha.

Esta será a sexta vez que a cidade de Xiamen recebe uma etapa do Circuito Mundial, estando presente no tour seguidamente desde 2013. O Brasil soma quatro medalhas, sendo três de ouro, com Alison/Vitor Felipe, em 2013, Juliana/Maria Elisa, em 2014, e Fernanda Berti/Bárbara Seixas, em 2017. A prata foi conquistada por Talita/Taiana, em 2013.

Os times brasileiros somam até aqui três medalhas no Circuito Mundial 2018, sendo um ouro (Fernanda Berti/Bárbara Seixas) e duas pratas (Carol Horta/Taiana e Carol Solberg/Maria Elisa). Além de Xiamen, a China sediará outras quatro etapas no Circuito Mundial 2018, de duas e três estrelas, além de ser palco do Campeonato Mundial Sub-19, que ocorre em Nanquim, de 10 a 15 de julho. Já a etapa brasileira do tour acontece de 16 a 20 de maio, em Itapema (SC).

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo