+ Esporte

13/02/2019 20:45

Em nota, CREF17 repudia PEC apresentada por deputado matogrossense que propõe o fim dos eventos esportivos em Mato Grosso

O esporte de Mato Grosso pode ter mais um ano de duras penas, pelo menos se depender do deputado estadual Faissal Calil, que através da rede social, informou a apresentação de uma PEC que exclui as emendas parlamentares vinculadas a área da cultura e do esporte. De acordo com o mesmo, o recurso destinado a esses eventos, como Jogos Escolares e Jogos Estudantis, devem ser destinados 100% a  aplicação na saúde e na educação.

A mensagem emitida pelo deputado causou uma enorme revolta e indignação em milhares de atletas e técnicos do estado de Mato Grosso, que viam na gestão do governador Mauro Mendes, uma luz para a área esportiva.

Tentamos junto ao deputado e professor de Educação Física Alan Kardec, que assumiu a Secretaria DE cultura e Esporte do Estado, um posicionamento, mas não obtivemos respostas.

Kardec, aliás, se licenciou da Assembleia Legislativa com o compromisso de ter apoio dos deputados durante sua gestão.

Preocupados com o “caos” que essa PEC pode causar no esporte mato-grossense, o Conselho Regional de Educação Física, CREF17, através do seu presidente Carlos Eilert emitiu uma nota de repudio, confira

NOTA DE REPÚDIO CONTRA DEPUTADO FAISSAL CALIL

A diretoria do Conselho Regional de Educação Física da 17ª Região (CREF17/MT), através do seu presidente, Carlos Alberto Eilert, manifesta sua indignação e repúdio ao deputado estadual Faissal Calil (PV), que apresentou à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, durante a sessão plenária desta terça-feira (12), um projeto de emenda constitucional (PEC) que altera o parágrafo 16 e incisos do art. 164 da Constituição do Estado, a qual visa a exclusão de emendas parlamentares que contemplem áreas relacionadas à cultura ou esporte.

Para o CREF17/MT, o parlamentar ao apresentar o projeto, demostra total desconhecimento da importância da prática esportiva na prevenção da saúde, além disso, a PEC proposta configura gravíssimo e inaceitável retrocesso aos direitos da pessoa ao esporte.

Ao contrário do que propõe o deputado estadual, o CREF17/MT acredita que o mesmo deveria apresentar projetos que incentivem o repasse a essas áreas, consideradas de prevenção, sendo ainda, que o mesmo poderia abrir mão da sua verba de representação para investimentos em ações na saúde e educação.

Por tais motivos é que nos posicionamos contrariamente à PEC proposta e esperamos que os parlamentares rejeitem e sejam contrários a sua aprovação.

Carlos Alberto Eilert
Presidente do CREF17/MT

 


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo